Paradoxos

“Assim,

Ao poeta faz bem

Desexplicar –

Tanto quanto escurecer

 acende os vaga-lumes.”

 – Manoel de Barros –

fracassado

Chegam com mansidão

Esses silêncios truncados

Onde minha alma se esconde

Encolhida num canto escuro

Onde se esforça em sonhar.

Já não percebe futuros

Cansou de se fantasiar

Tento vesti-la com flores

Ofereço-lhe borboletas azuis

Mas ela, silencia meu olhar.

Até ontem era festa,

Pantomima e carnaval

Hoje amanheceu assustada

E nem o glitter dourado que ofereci

Surtiu sorriso

Trancada em si

Anuviou meu ser.

Anúncios

7 comentários em “Paradoxos

    1. Eventualmente, ela se fantasia na marra e vai pro baile,
      mas a alma é uma menina de personalidade forte
      e, não raro, consegue azedar qualquer purpurina.
      Enfim…seguem os dias.
      Obrigada pela leitura, minha amiga.

      Curtir

  1. Alma livre é assim mesmo, plena de vontades, faz o que quer. Ainda bem que nem todos os dias são iguais…Um supera no outro no bem viver.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s