Molhada

Trancada por dentro
A voz travada
O sorriso distante
A vida ao meio
Até caírem os pingos
Gelados, do dia sombrio
Fazendo coro
Com o maremoto
Que ela se esforçava
Para disfarçar.

Encharcada 
Libertou-se…
Misturou  tempestades
E tormentas

Deixou as águas de fora
Lavarem o corpo por dentro.
Anúncios

Um comentário em “Molhada

  1. Enquanto você permite que a água adentre seus poros, penetre seu corpo e invada sua alma, não há erro!

    Há apenas vida… Isso é sentir, é viver!

    Tudo se lava, se purifica, se embeleza para o novo que virá… Porque é só do novo e do belo que você precisa!!

    Lindo, lindo…

    Beijos, querida!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s