Insensata declaração

                                                               
  Cá estou, numa relação sem alicerces. Uma relação daquelas cuja razão acende luzes de alerta, antevendo perigo e atribulações emocionais, como quase todas as relações, imagine-se quando os dois são declaradamente passionais e defensivos.

   Estou apaixonada por um loup garou. Um homem talentoso e versátil com domínio de suas responsabilidades e artimanhas. Em outras palavras: perigo.
   Em circunstâncias normais, simplesmente não permitiria proximidade, não deixaria que os contatos fossem além da boa amizade cretina analítica, que nos renderia boas risadas e conversas a uma distância segura, para os dois. Mas, há sempre um “mas” no meio do caminho, não há nada de comum ou normal em nossas circunstâncias ou em nós.
   Bastaria rejeitá-lo, não atender seus telefonemas, fingir desinteresse, porém…não é tão simples. Estou tudo, menos desinteressada. Fui, quem diria, resgatada do marasmo, recolocada em movimento, desafiada. Minha vivência e maturidade me sopram: fuja. Meu corpo não ouve: fica.
   Insensata, dispenso “ses”, “senãos”, “talvez” e sigo com todos os sim, quero e vamos que o instinto me inspira.
   O que tenho nesse instante, é o sabor inédito do beijo, uma cor de olhos que não sei definir com precisão, uma conversa que me mantém fascinada. Em contrapartida, é como se houvesse um fio de alta tensão bem perto dos meus pés molhados. Ele é um homem que se sente atraído por seus instrumentos de fuga e não pretende mudar.
   Não tenho nenhuma vontade de lutar contra essa pulsão de entrega. Tudo indica que não será um relacionamento leve, afinal, os protagonistas são intensos, mas, com sorte, talvez eu consiga aceitar que sensatez não é meu forte e que, no amor, não existe moral da história…é apenas a própria história e(n)fim…

Anúncios

2 comentários em “Insensata declaração

  1. O amor bagunça até mesmo as mentes mais inteligentes.
    Deveríamos ser fortes sempre.No fundo até somos. Negócio é o coração ouvir assim…Tem dias que ele parece surdo! Então a gente grita,né ?
    Adorei teu texto.Sinto por aqui muito amor e eu …Eu amo!
    Beijo no teu coração.

    Curtir

  2. Você arrebenta como sempre Cacau!
    Quanta paixão declarada!
    A profundidade e leveza dos seus textos é algo que nos faz imaginar a situação, entrar na história…
    Parabéns querida!
    Adoreiiiii! =)
    Beijossss do Rapha 😉

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s