A chama

Tenho uma alma que me consome

Sinto fogos de artifício, pólvora e paixões

Trago em mim a chama

O Perigo

Trago o que explode

A grande subversão


Dentro de mim

Há algo que não se doma

Que assusta

O dom, a fúria

A fera da sedução


É aí que consiste o meu crime

e o melhor de mim

Violenta doçura

Força que irradia e expande


Como ar…

Que respiramos

Que torna o que fazemos

Maior do que o que somos

Anúncios

Um comentário em “A chama

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s