Me vi com a roupa do avesso.
Pequenas evidências;
Esqueço sempre em algum lugar
Minha prudência.

Bom comportamento nunca foi meu ponto forte.

Minhas contradições se digladiam,

Sobrevivo do instinto que me empurra

Para lugares onde outros não iriam…

Sou tantas, e a cada dia uma.

Quero da vida todas e mais algumas,

Ir fundo em todas essas possibilidades.

Gosto de descobrir todas as pessoas das pessoas,

E sobretudo gosto das pessoas

E é a elas que dedico essa viagem.

Anúncios

3 comentários em “

  1. Sobrevivo do instinto dos lugares que me empurram onde os outros não iriam…

    Eu me indentifico demais com sua escrita, despojada e sem pudores, quando o lado mulher profano não cabe dentro e acaba explodindo em letras.

    E realmente não é para caber mesmo, o sentido do instinto sempre vive aguçando o lado felino mulher externando a essencia do sentir,um lado libertário feminino.

    Amando tuas letras.

    Um abraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s