Perfume de Flor

O que carrego no peito

É feito do mesmo invisível
Perfume de flor.
Onde pode-se não ver
Mas bastará chegar pra perceber…
Não me retenho sensações
Transpiro sentimentos
Tenho pétalas e espinhos.

Amo na constância,
Na esperança das plantações,
Das colheitas,
E, vez em quando,
No aconchego
Quente e reservado
Do meu ninho.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s