Piras e liras ao luar

Lua de beleza

Chove fino aqui fora
Derramamos uns risos
Debatemos parecenças.
Passam ao largo
Pessoas bonitas e vazias
Nem tão belas e cheias de si
Queria uma bola de cristal pra ler
Ao fundo: Cartola
“O mundo é um moinho…”
É…mas aqui, por hoje,
Colocamos a mesa
Nossos conceitos,
ardores,
belezas e fragilidades.
Ali ao lado, nos observam
Nossas profundezas estavam interessantes,
Risos, atitudes, sentidos.
É…deixei de lembrar,
Mas ainda vale a pena
Respirar, deixar-se olhar
E ser feliz….
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s