Solidão

Solidão companheira
Derradeira, sorrateira
Até quando estou acompanhada.
Solidão é minha sombra
Sobrenome, codinome…
Solidão é meu alento,
Meu porto, meu aconchego.
Minha solidão me acalenta,
Me abraça, me consola.
Se por vezes sou tão intimista,
Exagerada, impulsiva,
Intensa…
A culpada é ela, a minha solidão
Que as vezes, teima em me abandonar
E me deixa sem medida, sem chão
Sem meio…
Depois de tanta vida,
Não sei mais viver sem ela…
A minha cara-metade solitária:
Solidão.

Anúncios

3 comentários em “Solidão

  1. Querida Cláudia,

    Meus parabéns! Você abordou com maestria o tema “Solidão”

    “A timidez é uma condição alheia ao coração, uma categoria, uma dimensão que desemboca na solidão.” (Pablo Neruda)

    Tenha um ótimo final de semana!

    Beijos

    Curtir

  2. Oi Clau!

    Quantas e quantas vezes nos pegamos cercadas de pessoas, mas o coração esta lá solitário…

    Culpa nossa? Culpa dele?

    Eu como uma boa otimista, sempre tento tirar proveito, ou alguma lição.

    E aprendi que na solidão ficamos fortes como rocha.

    Nos conhecemos melhor. Nos reconhecemos…

    Um beijo lindona!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s