São Paulo paixão…

Em algum momento aconteceu,
Teu concreto me venceu.
Me percebi devota das tuas ruas,
Semi dependente dessa crueza dura,
Dos teus contrastes de beleza,
Verdes, concretos, pobreza…
Dessa tua grandiosidade, que me assombra.

Em tuas vias, me sinto menina
Com brilho nos olhos de novidade…
Foi aí, passando pela Avenida Ipiranga
Visitando a tua luz
Vislumbrando o cinza do teu céu
Me apaixonando pela Paulista
Imensa, dura, diversa, concreta…
Que me perdi em alegria,
Me reconheci amando novamente,
Concretamente amante.
E, concreta como você,
Essa intranquilidade
Se apossou de mim.
Teu concreto coração
Me invadiu o ser
Numa espécie de estupro consentido,
Silencioso…
A tua Cidade inteira me invadiu
Sem que eu percebesse bem…
E hoje, me retiro da Cidade
Mas já não consigo retirá-la de mim…

Anúncios

4 comentários em “São Paulo paixão…

  1. Que bom saber que aquela opressão que antes ouvi você dizer (não apenas uma vez) se transformou em paixão… Também amo esta cidade onde não vivo, mas ganho a vida.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s