Uma vida em 24 horas

No primeiro instante, um olhar e um sorriso embevecidos.
Um beijo de carinho, urgente, sôfrego, inteiro.
Corpos que, como os corações, pareciam se (re)conhecer.
Nessa vida, era a primeira vez que te olhava em carne
Que ouvia o teu coração, que sentia o teu tremor.
Foi a primeira vez que te (re)vi,
E nossos olhos conversaram como se nunca se tivessem distanciado.
Com a razão gritando entre nós, ditando regras, etiquetas e equilíbrios
Nos demos de presente no (re)encontro
Eu, que já não era poesia, me jogando feliz nesse abismo de sentimento,
Você, que já não era palavra, abrindo mão dos seus medos racionais, se achou em mim.
Não houve sono, tínhamos medo de acordar
Queríamos mais de nós, pra guardar na lembrança,
No corpo, na alma…
Uma história inusitada.
Inteira, cheia de uma vida inteira passada em algumas horas.
Você relaxa…eu ouço: “- Como é bom ser eu mesmo com você -“
Sim…você é, eu sou…jogada, largada, menina, mulher…
São apenas algumas horas…
Pareceu uma vida.
Foi melhor que uma vida…
A rosa do encontro ainda existe, guardada como prova de que não sonhei.
Não importa o que se diga, não me importam seus receios, seus freios,
Estou apaixonada! Nem me importa o tempo, porque nada, nada, parece errado
Errado seria não estar aqui, errado seria estar longe de você.
Estou tão egoísta…mas todos os apaixonados devem ser…
Quero você e, hoje, nessas horas, é só o que me importa.
Sem saber (ou será que sabia?) você me devolve a sensação de ser sua.
Não me larga. Não fala, tem freios, receios, se guarda. Mas me ama
Basta olhar pra você e eu vejo isso. Não importa o tempo… Você realmente me ama.
Teu rosto, relaxado, com sono, no travesseiro, o sorriso
Amo esse sorriso discreto ao meu toque, um mínimo de carinho e você feliz.
Nesse momento, penso: – Foi pra isso que nasci!!Quero fazer esse homem feliz.
Nasci ali, no meio daquela multidão de desconhecidos que nos rodeavam no encontro
Minha primeira roupa, foi uma rosa vermelha, que você me deu.
Minha primeira palavra, foi um beijo,
Minha primeira atitude foi amar você
Meu primeiro prêmio foi te fazer feliz.
Foram apenas umas horas…
Mas nós, merecíamos que fosse uma vida.
Com aquele carinho, leveza, simples amorosidade.
Passei a existir menos, ao fim daquelas horas…
Anúncios

Um comentário em “Uma vida em 24 horas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s