Existindo Solidão

Existi como quem suspira.
Lento, profundo, rápido.
Existi na intensidade de um raio
Claro, barulhento, bonito e devastador.
Vivi como quem tem pavor
De não ter mais amanhã
E talvez não tenha…
Vivi com medo
De amor, de sucesso, de altura.
Vivi com medo de brilhar
E também com pavor de ser pouco.
Jamais encontrei os meios.
Vivi tantas vidas numa só…
Por medo de ficar só,
Sempre busquei a solidão
Ela sim, fiel e companheira
Não me larga,
Não me abandona…
É uma em mim, comigo…quase dona.
Anúncios

Um comentário em “Existindo Solidão

  1. caraleoooooo!
    Amiga, a gente pensa, faz, tanta coisa. Sendo que lá no fundo, acho q o que nos faz feliz, ou pelo menos poetas, é a tal da solidão. Que só assusta os fracos! Pois quem muito se “acha” se perde, mas quem sabe muito de si não acha nada ruim em ficar sozinho!
    Seu textoooo fodaaaaa!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s