Ama o amor desmedido, sem coleira ou rótulo, dado por gosto, sem data nem obrigação. Amor solto, anárquico, preso somente pelo prazer simples da sua existência. Sem distinguir sexo, cor, idade, credo ou classe social. 

Posto que o amor é bem, só lhe cabe troca, sem maldade. Só lhe cabe brilho, luminosidade. 
Posto que o amor é grande, cabem impetuosidades, rompantes de extravagância, amnésia de lugar. 
Posto que é amor, só cabe SER, EXISTIR, VIVER. Seja em loucos desvarios, seja na mais plena calmaria.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s