Par-essência

Incrível como amo espelhos
Espelhos sem vidro,
Cheios de reflexos
Espelhos envolvidos

Estranho meus espelhos
Como quem estranha entranha
Sinto seus medos, rio seus risos

Espelho que me vê de fora
E olha tudo por dentro
Sem prestar atenção devida
Esquecido de que é parte

Espelho que não sou eu
Espelho que é só parte
Na minha arte, me espelho eu
Em parte dela, vejo você.

Espelho que não é meu
Vive, anda, fala, sente
Parte de mim, além de mim
Apesar de mim, espelho.

Donas de par essências
Da minha essência
Da essência delas
Espelhos essenciais da existência minha.

Espelho de outrora
Espelho de amanhã
Par essências espelhadas
Três gerações encruadas
Somos filha, mãe, irmãs.

Anúncios

Um comentário em “Par-essência

  1. Acho que ainda não falei mas já está passando da hora disso.
    AMO suas poesias, suas idéias, seus sentimentos.
    Tenho um orgulho danado de você quando leio seu blog.
    Obrigada por ter entrando na minha vida.
    Apesar das diferenças aprendi e aprendo muito com você.
    Essa “solidão” do Rio ta me humanizando cada dia mais e vc tem uma parcela considerável nisso.
    Obrigada por tudo.
    Te Amo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s